Liberdade ou Libertinagem?

 

Gente, será que estou ficando conservadora demais ou o mundo está ficando liberal demais?

A COISA ESTÁ FEIA!!! MULHERES CASADAS SEGUREM SEUS MARIDOS, AS SOLTEIRAS ESTÃO SOLTAS!

Não quero generalizar, mas algumas mulheres, que sujam o bom nome de nossa classe, estão liberando geral, se é que vocês me entendem. Fico cada vez mais horrorizada com o comportamento “LIBERAL” de certas senhoritas, principalmente as mais novas, meninhas, com fraldas e hálito de leite ninho dando em cima DESCARADAMENTE, de homens adultos, casados, solteiros, comprometidos, não importa, elas querem mesmo é conquistar. Testar o próprio poder de sedução. Agora imaginem comigo, estava lá, Joana Dárc, pronta para lutar pelo seu país, a prepulsora da nova era feminina, a pioneira, aquela que levaria seu país a vitória e morreria heróicamente defendendo aquilo em que acreditava, imaginem se na hora H, no momento exato em que fosse iniciar a dura batalha ela tivesse parado e pensado: “Num  vou lutar não, eu hein, sujar minhas mãozinhas de sangue pra que, se posso simplesmente dar para o capitão do batalhão inimigo, dar para o tenente, dar para o brigadeiro, pensando bem, vou promover uma orgia e conquistar a vitória guerrilhando na horizontal, yeasssssss!” e saísse por aí trepando com todo mundo???

Será que no exato dia da queima de soutiens na praça, as mulheres que lá estavam (rezando para não chover, afinal estavam sem soutiens!) pensavam: “Vamos conquistar nossa liberdade, assim daqui uns 25 ou 30 anos, as meninas vão poder conquistar suas vitórias, dando para seus chefes!” Não, acho que não era axatamente isso.

O que algumas garotas da minha geração e de tantas outras antes e tantas outras depois, não compreendem é que não se deve acreditar que LIBERTINAGEM é LIBERDADE. Uma coisa nada tem a ver com a outra, e aliás os dois são completamente opostos. O que Joana D`Arc e tantas outras mulheres buscavam, nada mais é do que a liberdade de dizer aquilo que se pensa, fazer aquilo que se quer, escolher quand vai se casar e com quem vai se casar, mas algumas “pessoas” não entendem e não valorizam. Esses direitos que temos e que para nós são coisas banais, do dia-a-dia, eram raridades há 100 anos atrás. Na época em que Elizabeth reinou na Inglaterra, uma mulher casada, mesmo que fosse a Rainha (que era o caso de Elizabeth.), devia obedecer seu marido, se ela não lhe provesse filhos homens, que nascessem saudáveis, poderia ser levada á julgamento, e a validade de seu casamento seria contestada, se por acaso, fosse de interesse de seu marido, ela poderia ser enviada á um convento, na melhor das hipóteses, ou até mesmo enforcada, ou queimada viva, algumas eram torturadas. No livro “Maleus Malleficarum” ( O MARTELO DAS BRUXAS) existem histórias de mulheres que foram queimadas na fogueira por terem sido pegas recolhendo ervas na mata para fazer chás medicinais.

Fomos de casamentos arranjados, fogueiras em praças públicas, e liberdade zero para liberdade total e incontestável, deveríamos ser mai agradecidas pela liberdade que temos, dar valor real ás conquistas (e aos pescoços cortados!) de mulheres que ofereceram suas vidas pelo direito divino de escolher para quem vamos entregar nossas virgindades, em quem votaremos, com quem vamos nos casar, em que queremos trabalhar e se queremos ter filhos ou não!

De resto, acredito que falta um pouco mais de discernimento, respeito por sí mesma, auto-valorização, cultura e principalmente, e acima de tudo, FÉ EM DEUS. Com tudo isso, talvez um dia, nós possamos ser olhadas nos olhos ao invés de nos peitos, e teremos nossas mãos apertadas, ao invéz de nosas bundas. Os homens perceberam a diferença, e irão nos chamar de linda e não de gostosa, e se referir a nós como querida e meu amor, ao invéz de “cachorra” e “piriguete” !

Á S MULHERES QUE SÃO CHAMADAS DE QUERIDA DEIXO O MEU ORGULHOSO PARABÉNS!

…ÁQUELAS QUE SE DENOMINAM “PIRIGUETES” E “CACHORRAS” SÓ POSSO DIZER QUE JAMAIS QUERO QUE UM FILHO MEU AS CONHEÇA!

 

bjinho bem indignado da Pâm!

1 comentário setembro 12, 2009

PLÁSTICO NOS BANCOS!

QUE DELÍCIA! UM BLOG NOVINHO EM FOLHA!!!
Adoro novos projetos…É tão bom começar algo novo, com aquele ar fresquinho, o cheirinho de novo, o ânimo renovado…
Toda vez que começo algo novo, me lembro de quando eu era criança, acho que eu tinha bem uns 7 ou 8 anos, e meu pai comprou um Uno zerinho (Se não me engano era um Uno!!!), e a coisa mais forte na minha memória, era aquele cheirinho de novo, a lataria brilhante, naquela época era um costume as pessoas lavarem seus carros em casa, eu, meu pai e minha irmã, o lavávamos aos domingos…era um programinha bem legal. Mas a melhor parte mesmo…era tirar os plásticos dos bancos (Hoje em dia não temos mais este prazer, pois os funcionários das concessionárias, fazem a “gentileza” de tirar os plásticos pra nós!), a emoção de ter algo novo, algo no qual ninguém mexeu antes, aquela coisa toda da conquista…Isso é mesmo maravilhoso!

E agora, depois de crescidinha, toda vez que começo algo novo, um novo projeto, um novo emprego, um novo idioma, qualquer coisa que seja nova é essa a sensação que tenho, de plástico nos bancos!

Espero conseguir ser ouvida, neste caso, lida e poder dividir com outras pessoas os meus grilos, minhas idéias, meus gostos e minhas bobeirinhas…rs…bjinho da Pâm!

1 comentário setembro 4, 2009

Páginas

Categorias

Links

Meta

Agenda

julho 2017
S T Q Q S S D
« set    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Most Recent Posts